domingo, 31 de outubro de 2010

Dia da Reforma Protestante


O dia 31 de outubro é celebrado como o Dia da Reforma Protestante, que iniciada por Martinho Lutéro no século XVI, trouxe ao mundo a possiblidade de reflexão das práticas cristãs da época, realizadas pela Igreja Católica, como a venda das indulgências por exemplo.

Martinho Lutero nasceu no final do século XV onde hoje conhecemos como Alemanha. Lutero foi padre e professor de teologia que idealizou uma "reforma" da Igreja, preconizada nas suas 95 teses, o que acabou fazendo com que fosse expulso da Igreja Católica como reação da mesma as ideias Lutero.

Após sua exclusão da Igreja, Lutero criou uma nova Igreja com o proósito de resgatar os valores cristãos que estavam sendo abandonados pelos católicos.

Porém Lutero náo foi o único a discordar do pensamento da Igreja na Europa como: João Hus, João Calvino, Wycliffe e Zwinglio.


Mais sobre o assunto:

Dia da Reforma Protestante - Blog Observatório eclesiástico

Vida e Obra de Martinho Lutero - Site Musica e Adoração


sábado, 30 de outubro de 2010

Adolescência de Renato Russo é tema do filme ‘Somos tão jovens’

Dirigido por Antonio Carlos da Fontoura (foto), produção será rodada em 2011.
Mãe do artista vetou o título original do projeto, ‘Religião urbana’.


A adolescência de Renato Russo, período no qual compôs hits como “Geração Coca-Cola”e “Que país é este?”, será tema do filme “Somos tão jovens”, de Antonio Carlos da Fontoura. Com filmagens marcadas para abril e maio de 2011, a produção terá como protagonista o ator Thiago Mendonça, que interpretou o sertanejo Luciano em “Dois filhos de Francisco”(2004).

“O filme mostrará como o Renato Manfredini Júnior, um moleque de Brasília que lia Shakespeare em inglês e sonhava com o estrelato, se transformou em Renato Russo”, sintetiza o cineasta, autor de longas como “Copacabana me engana”(1968) e “Gatão de meia idade” (2006).

No roteiro, ainda em tratamento, o diretor pretende documentar a cena roqueira de Brasília nos anos 80, falando não apenas sobre a Legião Urbana e o Aborto Elétrico, as bandas de Russo.

“A formação do Capital Inicial também será registrada, bem como a de outros grupos importantes dessa época, como os Paralamas do Sucesso”, explica. “O Renato também teve sua fase de saco cheio de bandas, e saiu em carreira solo como ‘Trovador solitário’. Foi nesse momento que compôs músicas mais longas, como ‘Eduardo e Mônica’ e ‘Faroeste caboclo’”.

Fontoura pretende executar todas as cenas na capital federal, exceto aquela que mostrará o primeiro show da Legião, em 1982. “Estranhamente não foi em Brasília que os meninos estrearam, mas em Patos de Minas. Vamos filmar essa passagem lá.”

Participações afetivas
A família Manfredini tem tido envolvimento direto no projeto. Carmem, a irmã de Russo, foi uma das principais incentivadoras da realização do filme. “Ela colaborou bastante na pesquisa. Forneceu dados sobre a infância do Renato, abriu o álbum de fotografias e seu baú de histórias”.

No entanto, segundo o diretor, foi a mãe do cantor, Maria do Carmo, quem deu uma das contribuições definitivas. “O nome original do filme era ‘Religião urbana’. Era uma referência à essa adoração quase sagrada que os fãs tem pela banda”, explica Fontoura. “Mas aí a Dona Carminha me chamou pra conversar e disse que o filho deveria estar se revirando no caixão com esse título. Ela contou que o Renato odiava essa veneração meio religiosa, dizia que não tinha vocação pra padre, nem pastor”.

“Somos tão jovens” foi nome sugerido pela matriarca Manfredini e acatado de imediato pelo diretor.

Quem também participa da produção é o filho de russo, Giuliano Manfredini, de 21 anos. Produtor musical, o rapaz está selecionando bandas para se apresentar na trama. “Vou filmar vários musicais, ao todo serão 19 faixas espalhadas em cenas”, adianta o diretor.

Ainda na parte musical, “Somos tão jovens” terá Carlos Trilha assinando a trilha sonora. Profundo conhecedor da obra de Russo, o produtor foi parceiro do cantor em dois de seus trabalhos-solo, “The stonewall celebration concert” (1994) e “Equilíbrio distante” (1995).

Na lista das “participações afetivas” estão ainda os filhos do guitarrista Dado Villa-Lobos e do baterista Marcelo Bonfá, que interpretarão os pais na adolescência, quando conheceram o líder da Legião Urbana. “Essa escalação é uma homenagem aos dois. Foi uma boa maneira de liga-los ao projeto, que inclui todas as pessoas que o Renato amava”.
Fonte: Portal G1

Fotos:
Foto 1 - O diretor Antonio Carlos da Fontoura.(Foto: Dolores Orosco/G1)

Foto 2 - O ator Thiago Mendonça: ele será o Renato Russo de 'Somos tão jovens'. (Foto: Divulgação/TV Globo)

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

O professor está sempre errado

Por Jô Soares
É jovem, não tem experiência.
É velho, está superado.
Não tem automóvel, é um coitado.
Tem automóvel, chora de barriga cheia.
Fala em voz alta, vive gritando.
Fala em tom normal, ninguém escuta.

Não falta às aulas, é um Caxias.
Precisa faltar, é turista
Conversa com outros professores, está malhando os alunos.
Não conversa, é um desligado.
Dá muita matéria, não tem dó dos alunos.
Dá pouca matéria, não prepara os alunos.


Brinca com a turma, é metido a engraçado.
Não brinca com a turma, é um chato.
Chama à atenção, é um grosso.
Não chama à atenção, não sabe se impor.

A prova é longa, não dá tempo.
A prova é curta, tira as chances dos alunos.
Escreve muito, não explica.
Explica muito, o caderno não tem nada.

Fala corretamente, ninguém entende.
Fala a língua do aluno, não tem vocabulário.
Exige, é rude.
Elogia, é debochado.

O aluno é reprovado, é perseguição.
O aluno é aprovado, deu mole.

É, o professor está sempre errado mas,
se você conseguiu ler até aqui, agradeça a ele
]Extraído de:http://maryvillano.blogspot.com/2009/03/o-professor-esta-sempre-errado.html

Ospa sem maestro e sede

Por Milton Ribeiro

O regente titular e diretor artístico da OSPA (Orquestra Sinfônica de Porto Alegre), Isaac Karabtchevsky, divulgou nesta terça-feira (26) sua carta de demissão dos cargos. Segundo informou, o pedido já havia sido encaminhado há cerca de um mês ao presidente da Fundação OSPA, Ivo Nesralla.

Karabtchevsky, que assumiu a orquestra em 2003, afirma que ainda atuará nos meses de novembro e dezembro. Entre as razões da demissão, o maestro cita a demora na construção da nova sede da orquestra.

– Faltou-nos apenas, e isso constato com muita tristeza, realizar nosso velho sonho da construção do Teatro da OSPA. Também lamento não ter podido implementar outra aspiração, tão importante quanto o teatro: levar a música a comunidades carentes, como uma forma de, através dela, incluir o jovem dentro do processo social, dando-lhe identidade e uma razão de viver – escreveu Karabtchevsky, também diretor da Orquestra Petrobras Sinfônica, do Rio de Janeiro.

O presidente da Fundação OSPA, Ivo Nesralla, ainda tem esperanças de que Karabtchevsky siga nos cargos.

-– Fiz um apelo a ele para que não saísse por enquanto. Pretendo tratar do assunto com o novo secretário. Tudo vai ser feito para mantê-lo no cargo — afirmou Nesralla.

Acrescentou que o trabalho nas fundações do novo teatro, em terreno ao lado da Câmara de Vereadores, deve finalmente começar no final do ano, após longo debate.

O novo Secretário de Cultura do Rio Grande do Sul, o escritor Luiz Antonio de Assis Brasil é um ex-ospiano, tendo sido violoncelista da orquestra entre 1965 e 1980. Ele não se pronunciou sobre a demissão.

Entre os músicos da orquestra, houve tanto consternação quanto discreta alegria. Afinal, uma velha aspiração de um grupo dos músicos é a de permanecer sem regente titular, gerindo sua própria programação e uma agenda de regentes convidados, como fazem várias orquestras pelo mundo. Outra questão discutida internamente é sobre se o acúmulo dos cargos de regente titular e diretor artístico não geraria conflitos de interesses.

Assis Brasil, em meados deste ano, apoiou os músicos da OSPA quando da discussão sobre o reajuste das verbas a manutenção dos instrumentos e indumentária, tendo inclusive escrito um texto dirigido a Ivo Nesrala. Abaixo, um trecho:

Os músicos da Ospa travaram uma longa e exasperada batalha, que — aparentemente — chega ao fim, destinada a obter que o Estado cumpra a Lei 12.404, de 20 de dezembro de 2005, a qual manda reajustar, anualmente, um modestíssimo valor para conservação de seus instrumentos e, ainda, se restarem alguns centavos, para ajudá-los a comprar e manter a indumentária necessária para as apresentações públicas. Esse subsídio não era mexido há anos. Quem frequenta shoppings sabe o valor de um smoking e os preços das lavanderias.

Transformado de pedra em vidraça, o novo Secretário de Cultura Assis Brasil, assumirá o cargo já pautado por sua ex-orquestra.

Com informações da AFFOSPA (Associação de Funcionários da Fundação Orquestra Sinfônica de Porto Alegre) e da Rádio Gaúcha.

Morre Nestor Kirchner

Néstor Kirchner, ex-presidente entre 2003 e 2007 e marido da atual presidente da Argentina, Cristina Kirchner, morreu nesta quarta-feira, na cidade de El Cafalate, no sul do país, vítima de uma parada cardiorrespiratória. Ele foi internado às pressas no hospital José Formenti, mas a equipe médica não conseguiu reanimá-lo.

p> Kirchner, 60 anos, faleceu por volta das 11h em El Calafate, província de Santa Cruz, no extremo sul da Argentina, onde estava com sua esposa, e repousava após sintomas de angina quando teve de ser levado para o hospital.

"Foi morte súbita", assinalou Luis Buonomo, médico pessoal de Néstor Kirchner, ao confirmar o falecimento do ex-presidente, que surpreendeu o cenário político argentino e provocou uma avalanche de reações internacionais.

A presidente está acompanhada do filho Máximo e de alguns de seus ministros em El Calafate, onde aguarda a chegada da filha Florencia, que estuda cinema em Nova York.

O governo argentino ainda não anunciou oficialmente quando e onde será enterrado o ex-presidente, mas a imprensa local especula que Cristina Kirchner lidere uma cerimônia íntima, acompanhada de amigos, parentes e membros do seu gabinete em El Calafate, enquanto é preparado um funeral de Estado em Buenos Aires com velório que poderia ser celebrado no Congresso, tal como indica o protocolo, ou na Casa Rosada.

O cardeal Jorge Bergoglio convocou uma missa solene para as próximas horas na catedral e agrupamentos governistas convocaram para as 21h uma concentração na Praça de Maio, em frente à sede do governo, onde começaram a se concentrar centenas de pessoas para depositar flores e mensagens endereçadas a Cristina Kirchner.

Atual deputado federal e secretário-geral da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), Kirchner havia sido internado em caráter de urgência em fevereiro por um problema na artéria carótida direita e, em setembro, sofreu uma obstrução em uma artéria coronária e passou por uma angioplastia.

A saúde de Kirchner também preocupou os argentinos durante seu mandato. Em abril de 2004, sofreu uma gastroduodenite aguda; em janeiro de 2006, teve uma descompensação gástrica. Em janeiro de 2007, foi submetido a uma cirurgia por causa de um problema cardíaco.

Apontado como o assessor mais próximo da presidente Cristina Kirchner, sua sucessora, o ex-mandatário era cotado para se candidatar nas eleições presidenciais do ano que vem. Kirchner era defensor de um Estado forte e encontrava resistência no setor empresarial.

A morte do ex-presidente da Argentina Néstor Kirchner comoveu os argentinos e gerou uma grande incógnita sobre o futuro político do país a um ano das próximas eleições presidenciais.

A morte de Kirchner, chefe do governante Partido Justicialista (PJ) e deputado federal, acontece quando crescia a possibilidade de o ex-líder disputar as eleições presidenciais de 2011.

Embora mantivesse a dúvida, Kirchner liderou nas últimas semanas atos em algumas províncias do país para fortalecer o governo em direção ao pleito, ignorando os conselhos dos médicos, que lhe recomendaram diminuir sua atividade e o grau de tensão após as duas intervenções coronárias as quais havia sido submetido nos últimos meses.

O ex-chefe de Estado, um político participativo e controverso, soube manter-se na linha de frente após deixar o cargo de líder, ao qual chegou depois de ser prefeito de sua cidade natal, Río Gallegos, e três vezes governador da província de Santa Cruz.

Néstor Kirchner militou junto a sua esposa na esquerdista ala juvenil do peronismo da década de 70 e abraçou a figura de Juan Domingo Perón, a quem costumava lembrar em seus discursos.

Trajetória
Nascido em 25 de fevereiro de 1950 em Rio Gallegos, na província de Santa Cruz, Patagônia, Néstor Carlos Kirchner teve uma vida dedicada à política. Participou desde cedo de movimentos, fazendo oposição ao governo militar como parte da Juventude Peronista. Chegou à Presidência da Argentina em 2003, fazendo sua mulher como sucessora em 2007.

Considerado um homem público com um caráter implacável frente a seus adversários, Kirhcner foi um dos políticos mais influentes do país e um potencial candidato para as eleições de outubro do ano que vem.

No início da década de 70, Kirchner estudou Direito na Universidade Nacional de La Plata. Em 1975, casou-se com Cristina Fernández, também militante do movimento justicialista. Em setembro de 1987, como candidato peronista, Kirchner foi eleito prefeito de Rio Gallegos. O sucesso de sua administração o levou a ser candidato a governador da província de Santa Cruz, cargo em que permaneceu de 1991 a 2003.

Em 2003, Kirchner saiu em segundo lugar no primeiro turno das eleições, atrás do também peronista Carlos Saúl Menem. Apoiado pelo então chefe do Executivo da Argentina, Eduardo Duhalde, Néstor Kirchner virou o jogo e venceu o ex-presidente Menem, criticado por ter encabeçado um governo marcado por uma forte crise econômica.


Texto: Portal Terra
Extraído de: http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI4759460-EI294,00-Argentina+chora+morte+de+Nestor+Kirchner.html

Imagens:

Fotos do ex-presidente da Argentina Néstor Kirchner Portal Terra

Trajetória Política de Kirchner Jornal NH

Trajetoria Política de Kircnher Jornal Zero Hora

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Dia Internacional da Biblioteca Escolar

A leitura é algo essencial para a transformação política e social de um povo! Aliás, mede-se a capacidade de um povo, a partir de suas leituras e análises do mundo.
Hoje, dia 25 de outubro, comemora-se o Dia Internacional da Biblioteca, que segundo o "Blog Bibliotequices e afins", a data foi instituída pela International Association of School Librarianship (IASL) , para esse ano foi estabelecido o seguinte tema: "Diversidade Desafio e Mudança, tudo isso na Biblioteca Escolar". Urge uma política de valorização das bibliotecas de nossas escolas, pois é triste detectar alunos dos anos finais do Ensino Fundamental e discentes do Ensino Médio, com grandes dificuldades de escrita, interpretação e compreensão de leitura.
Não adianta, investirmos só em computadores, se estamos tendo verdadeiros analfabetos funcionais! Sobre bibliotecas, faço menção a três blogs muitos bons. O primeiro é o Bibliotecando por aí... do meu amigo Mário Sérgio Leando , o Biblioteca Escolar em Ação da Bibliotecária Vera Furlan, Blog Bibliotequices e afins da Bibliotecária Roseli Venâncio Pedroso
Links relacionados:

http://bibliotequiceseafins.blogspot.com/2010/10/25-de-outubro-dia-internacional-da.html
http://bibliotecaescolaremacao.blogspot.com/2008/08/bibliotecas-escolares-brasileiras.html

As atrocidades da 2ª Guerra Mundial

de

sábado, 23 de outubro de 2010

Seminário Fronteiras e Identidades

Estão abertas até hoje (23 de outubro de 2010) as inscrições de comunicações para o Seminário Fronteiras e identidades: reflexões contemporâneas, na UFPEL.

Informações na página do evento: http://ich.ufpel.edu.br/fronteiraseidentidades/index.html

Fonte: GT Estudos Étnicos - ANPHU/RS

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Novidades na radio rebelde de Roberto Marinho

O site em homenagem a antiga Rádio Continental 1120 de Porto Alegre está com novidades. "A rádio rebelde de Roberto Marinho" Foi a primeira emissora gaúcha dirigida à juventude e que, mesmo sob a ditadura implantada em 1964, não se calou contra os desmandos autoritários. A Continental foi das poucas rádios brasileiras, se não a única, a deixar claro que não se conformava com o regime militar. E não foram episódios isolados. Toda a sua existência foi marcadamente de oposição ao arbítrio. Por isto, foi diversas vezes punida e ameaçada. Também foi a Continental a primeira a impulsionar o movimento musical dos jovens gaúchos.
Vale a pena conferir o material sobre esta importante emissora. O site completou três anos no ar com um milhão de acessos.
Para acessar a "Super Quente", basta entrar em: http://www.continental1120.com.br/

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Encontro Gaúcho de Estudantes de História 2010

Ocorrerá em Pelotas, de 12 a 15 de Novembro de 2010, o Encontro Gaúcho de Estudantes de História 2010, o evento é uma oportunidade confraternização e socialização com os colegas do Rio Grande do Sul!
Neste momento tão importante que é o da regulamentação do ofício do Historiador, faz mais que necessário a soma de todos em nós, seja em eventos desta natureza.
Informações sobre inscrições, programação, oficinas, local e contato pelo seguinte blog: http://egeh2010.blogspot.com/

Dia do Arquivista

Hoje, dia 20 de outubro, comemora-se o Dia do Arquivista.

Parabéns caros colegas.

Resta dizer que na condição de estudante de História e formando, tenho um desejo de que haja uma união entre os profissionais de preservação de acervos, como os colegas arquivistas com nós historiadores, assim como mais diferentes profissionais.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Convite

Clique na imagem para visualizar melhor

sábado, 16 de outubro de 2010

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Reunião GT Acervos ANPHU-RS

Neste sábado, 16/10/2010 o GT Acervos ANPHU-RS realizará reunião, no Museu Júlio de Castilhos (Rua Duque de Caxias. 1205 e 1231. O encontro iniciará às 14h e tem previsão de encerramento às 16h

Segundo o GT em seu blog, a partir desta reunião será realizando um Ciclo de Palestras, onde participarão profissionais de História que estejam trabalhando na área do patrimônio e profissionais que estejam desenvolvendo projetos de pós-graduação na área.


Link relacionado: http://acervosrs.blogspot.com/2010/10/proxima-reuniao.html

As várias formas de ser Professor

O vídeo a seguir é muito bom mesmo! Vale a pena conferir! Serve para rir mas também refletir sobre as nossas maneiras em sala de aula.

Como surgiu o Dia do Professor?

Por Vicente Martins
Professor Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA)

"Tudo começou com um decreto imperial, de 15 de outubro de 1827, que trata da primeira Lei Geral relativa ao Ensino Elementar. Este decreto, outorgado por Dom Pedro I, veio a se tornar um marco na educação imperial, de tal modo que passou a ser a principal referência para os docentes do primário e ginásio nas províncias. A Lei tratou dos mais diversos assuntos como descentralização do ensino, remuneração dos professores e mestras, ensino mútuo, currículo mínimo, admissão de professores e escolas das meninas.

A primeira contribuição da Lei de 15 de outubro de 1827 foi a de determinar, no seu artigo 1º, que as Escolas de Primeiras Letras (hoje, ensino fundamental) deveriam ensinar, para os meninos, a leitura, a escrita, as quatro operações de cálculo e as noções mais gerais de geometria prática. Às meninas, sem qualquer embasamento pedagógico, estavam excluídas as noções de geometria. Aprenderiam, sim, as prendas (costurar, bordar, cozinhar etc) para a economia doméstica.

Se compararmos a lei geral do período imperial com a nossa atual lei geral da educação republicana, a Lei 9.394/96 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação), persegue ainda ideais imperiais, ao estabelecer, entre os fins do ensino fundamental, a tarefa de desenvolver a “capacidade de aprender, tendo como meios básicos o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo”. Portanto, mais de um sesquicentenário da lei, perseguimos os meus objetivos da educação imperial.

A Lei de 15 de novembro também inovou no processo de descentralização do ensino ao mandar criar escolas de primeiras letras em todas as cidades, vilas e lugares mais populosos do Império. Hoje, além da descentralização do ensino, para maior cobertura de matrícula do ensino fundamental, obrigatório e gratuito, o poder público assegura, por imperativo constitucional, sua oferta gratuita, inclusive, para todos os que a ele não tiveram acesso na idade própria (Inciso I, artigo 208, Constituição Federal).

A remuneração dos professores é, historicamente, o grande gargalo da política educacional, do Império à Nova República, de Dom Pedro I a Fernando Henrique Cardoso I e II. O grande mérito do Imperador, ao outorgar a Lei de 15 de outubro de 1827, foi o de não se descuidar, pelo menos, formalmente, dos salários dos professores. No artigo 3º da lei imperial, determinou Dom Pedro que os presidentes, em Conselho, taxariam interinamente os ordenados dos Professores, regulando-os de 200$000 a 500$000 anuais, com atenção às circunstâncias da população e carestia dos lugares.

O economista Antônio Luiz Monteiro Coelho da Costa, especialista em cotação de moedas, atendendo minha solicitação, por e-mail, fez a conversão dos réis, de 1827, em reais de 2001 (discutíveis): estima Luiz Monteiro que 200$000 eqüivalem a aproximadamente R$ 8.800,00 (isto é, a um salário mensal de R$ 680, considerando o 13º) e 500$000 a aproximadamente R$ 22.000(R$ 1.700, por mês).

Os dados mostram como os professores, no século XXI, em se tratando de remuneração, recebem bem aquém dos parâmetros estabelecidos pela lei imperial, no longínquo século XIX. De acordo com dados recentes do Ministério de Educação, do total de professores, 65% ganham menos que R$650, 15% ganham entre R$650 e R$900 e 16% ganham mais de R$900. O salário médio mensal, de acordo com o senso do Ministério de Educação, é de R$1.474 nas escolas federais, R$656 nas particulares, R$584 nas estaduais e R$372 na municipais. Nos municípios cearenses, ainda encontramos milhares de professores recebendo (e com atraso) menos do que um salário mínimo vigente.

Atualmente, a Constituição Federal de 1988, no seu inciso V, artigo 206, garante, como princípio de ensino, aos profissionais de ensino, planos de carreira para o magistério público, com piso salarial profissional, mas até agora, não há vontade política para se determinar o valor do piso salarial profissional condigno para os professores.

A Lei de 15 de outubro de 1827 trouxe, por fim, para época, inovações de cunho liberal como a co-educação, revelada através da inclusão das meninos no sistema escolar e que as mestras, pelo artigo 13, não poderiam perceber menos do que os mestres.

A formação dos professores foi lembrada pela lei imperial. No seu artigo 5º, os professores que não tinham a necessária instrução do ensino elementar iriam instruir-se em curto prazo e à custa dos seus ordenados nas escolas das capitais.

Preocupados, hoje, com os 210 mil professores leigos, sem formação sequer do pedagógico ofertado no ensino médio, o Brasil contemporâneo, através da Emenda Constitucional n.º 14, de 12 de setembro de 1996 , a LDB, o Fundef, todos promulgados em 1996, orientam os governantes e as universidades para as licenciaturas breves, na luta contra esse déficit de professores habilitados para o magistério escolar, mas com o apoio financeiro do poder público em favor dos professores de rede pública de ensino (Magister, no Ceará, é um bom exemplo).

A expectativa da sociedade, política e civil, é a de habilitar, em nível superior, até o ano de 2007, o grande contigente de professores leigos da educação básica. Será que, ao comemorarmos o Dia do Professor em 2007, 180 anos depois da primeira geral da educação imperial, teremos atingido esse desiderato republicano? "

Projeto de Lei que instituiu a data comemorativa

"...O Deputado Estadual Paulista, Dr. Antonio Carlos de Salles Filho, no mandato 1947/51, é o autor do Projeto de Lei que instituiu tal homenagem, em âmbito do território do Estado de São Paulo - e, mais tarde, já como Deputado Federal, no mandato 1955/59, fê-lo com espectro e abrangência nacional, passando os abnegados professores a, pelo menos isto, terem seu dia especial, 15 de outubro...."





Texto extraído de:
http://www.arteducacao.pro.br/homenagem/queridomestre.htm
Links relacionados:
http://www.psicopedagogia.com.br

Parabenizo todos os meus queridos professores, bem como os meus colegas de magistério. Feliz Dia do Professor a todos nós!

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Um dia histórico do século XXI

Um dia onde a vida mostrou-se bela e a esperança companheira das lutas tortuosas. Foi no dia 13/10/10, que se somarmos, vai dar o resultado de 33.
Trinta e três, vidas, que com coragem maturidade, sabedoria, fé e garra conseguiram mostrar ao mundo que é possível superar qualquer adversidade
O resgate dos 33 mineiros da Mina de San José, na didade de Copiapó, no norte do Chile no Chile foi por demais emocioante. Na condição de acadêmico ainda, ouso dizer este resgate é sem dúvida ao lado do 11 de setembro um dos fatos mais relevantes deste século.
O que eu lastimo, é o fato das grandes emissoras do Brasil (Globo, Record, Bandeirantes, SBT) mostrarem flash´s somente deste feito histórico!!!
A cena do filho do primeiro mineiro resgatado, é algo cujo as palavras são imprecisas para descrever!!!
700


Parabéns aos irmãos chilenos! O mundo festeja hoje a vida!
Desculpem leitores se a emoção, mas a vida sem este elemento, é insuportavel!!!
Viva o Chile, Viva 33 heróicos homens!!!

Links relacionados:
Saiba quem são os mineiros resgatados no Chile
Chile resgata mineiros soterrados
O Chile não é o mesmo país que era 69 dias atrás, diz presidente
Cobertura completa: o resgate dos 33 mineiros no Chile
Os 31 mineiros chilenos que não tiveram Reality Show
Fierro se solidariza com mineiros chilenos

Foto: Portal Terra

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Curso para educadores na Feira do Livro de Alvorada

Como parte da programação da 11ª Feira do Livro de Alvorada, será realizado na cidade, nos dias 7 e 8 de outubro, às 18h, o curso Educação e Diversidade. A promoção é do Memorial do Rio Grande do Sul, Secretaria de Educação de Alvorada e Associação Nacional de História (ANPUH) – Seção RS. O curso se destina a educadores e tem o objetivo de contemplar as exigências da Lei Federal 1039/03, que instituiu a obrigatoriedade do ensino de história negra e afrobrasileira nas escolas do país.

Os interessados podem se inscrever no próprio local de realização do curso, na Praça Central João Goulart, centro de Alvorada (avenida Getúlio Vargas, parada 48). As inscrições são gratuitas.

Serviço:
Curso Educação e Diversidade

Data: 7 e 8 de outubro de 2010

Horário: 18h
Local: 11ª Feira do Livro de Alvorada

Endereço: Praça Central João Goulart (av. Getúlio Vargas, parada 48 - Alvorada)

Relação de Arquivos, Bibliotecas, Museus e outros de Porto Alegre

Porto Alegre, é um polo bastante importante para a pesquisa história. Por isso, penso ser muito pertinente, deixar uma relação de instituições como arquivos, bibliotecas e etc.

Arquivo Municipal:
Localização: Av. Farrapos, 760, Floresta - Tel: 221-3403.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 9:00h às 12:00h e de 13:30h às 17:00h.

Arquivo Histórico de Porto Alegre:
Localização: Av. Bento Gonçalves, 1.129 - Tel: 221-6622
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 8:30h às 12:00h e de 13:30h às 17:30h.
Blog: http://ahpoa.blogspot.com/

Arquivo Histórico do RGS:
Localização: Av. Cristóvão Colombo, 1.374 - Tel: 346-4909.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 9:00h às 15:00h.

Arquivo Público Estadual:
Inaugurado em 1906, formado por dois pavilhões, guarda a história gaúcha.
Acervo: 18 milhões de documentos como escrituras, procurações, compra e venda de escravos, cartas de alforria, inventários, etc.
Localização: Rua Riachuelo, 1.031, Centro - Tel: 227-1698.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 12:00h às 19:00h.
Site: www.apers.rs.gov.br

Biblioteca da Assembléia Legislativa:
Localização: Rua Duque de Caxias, 968, Centro - Tel: 228-6622.

Biblioteca Central Irmão José Otão / PUC:
Localização: Av. Ipiranga, 6.681, prédio 16, Partenon - Tel: 320-3696.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 8:00h às 22:00h e sábado de 8:00h às 12:00h.

Biblioteca Érico Veríssimo:
Localização: Rua dos Andradas, 736, Centro - Tel: 221-7147.

Biblioteca Infanto-Juvenil Lucília Minssen:
Localização: Rua dos Andradas, 736, Centro - Tel: 221-7142.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 9:00h às 19:00h e sábado de 9:00h às 17:30h.

Biblioteca Infanto-Juvenil Maria Dinorah:
Localização: Av. 24 de Outubro com Av. Goethe, Moinhos de Vento (Parcão).

Biblioteca Leopoldo B. Boeck:
Localização: Rua República do Peru, 398, Sabará.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 8:30h às 17:30h.
Biblioteca Municipal Josué Guimarães:
Localização: Av. Érico Veríssimo, 307, Menino Deus - Tel: 221-6622.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 9:00h às 17:30h e sábado de 9:00h às 11:45h e de 14:15h às 17:35h.

Biblioteca Pública Lígia Meurer:
Localização: Rua Félix da Cunha, 255, Floresta - Tel: 222-4219.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 9:00h às 17:00h.

Biblioteca Pública do Sesc:
Localização: Av. Alberto Bins, 665, 3º and., Centro - Tel: 225-3144.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 9:00h às 19:00h.

Biblioteca Pública do Sesi:
Localização: Travessa Leonardo Truda, 40, 6º and., Centro - Tel: 228-3044.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 8:00h às 17:00h.

Biblioteca Romano Reif:
Localização: Av. dos Industriários, 298.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 8:00h às 16:00h.

Biblioteca Jornalista Roberto Eduardo Xavier (SMAM):
Localização: Av. Carlos Gomes, 2.120 - Tel. 334-8288
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 8:30h às 12:00h e de 13:30h às 18:00h.

Fototeca Sioma Breitman:
Abriga o Museu Joaquim José Felizardo.
Acervo: Fotografias sobre a história de Porto Alegre.
Funcionamento: 3ª feira de 14:00h às 18:00h e de 4ª a 6ª feira de 9:00h às 12:00h.

Biblioteca Pública Estadual:
Instalada num prédio inaugurado em 1922, na celebração do Centenário da Independência e é um exemplo de arquitetura positivista. Tombado pelo Patrimônio Estadual em 1986. Abriga o Salão Mourisco, recoberto em ouro e dedicado a recitais.
Acervo: Primeiras edições de Machado de Assis, Eça de Queiroz e Saint-Hilaire, entre outros. A edição mais antiga é a Epopéia Farsália, de Marcus Anneus Lucanos, publicado em 1519.
Localização: Rua Riachuelo, 1.190, Centro - Tel: 226-8752
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 8:30h às 19:00h.

Museu Anchieta de Ciências Naturais:
Acervo: Exemplares de minerais e rochas do Rio Grande do Sul, exemplares da fauna sul-riograndense e cerca de 130 mil insetos, artesanatos, fotografias da cultura indígena do Mato Grosso, material lítico e cerâmicas da Região Sul do Brasil.
Localização: Av. Dr. Nilo Peçanha, 1.521, Três Figueiras - Tel: 328-7455
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 8:00h às 12:00h e de 13:30h às 17:30h.


Museu Antropológico:
Localização: Rua dos Andradas, 1.234,10° and., sl.1.009 - Tel: 228-7664.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 9:00h às 17:00h.

Museu do Banco Meridional:
Construção de 1927 a 1932, em estilo neoclássico.
Acervo: Coleção de cédulas antigas, moedas e máquinas utilizadas em bancos, contando a história do dinheiro e dos bancos.
Localização: Rua 7 de setembro, 1.028 - Tel: 228-0033
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 10:00h às 16:00h.

Museu Júlio de Castilhos:
Criado em 1903, é o museu mais antigo do Estado.
Acervo: 9.000 peças históricas, artísticas e culturais, como armas, roupas, utensílios e documentos ligados à história e formação do Estado.
Localização: Rua Duque de Caxias, 1.205, Centro - Tel: 221-3959.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 10:00h às 19:00h, sábado e domingo de 14:00 às 18:00h.

Museu da VARIG:
Acervo: Modelos de aviões utilizados pela Varig, coleção de protótipos, de motores de aeronaves do período de 1927-1955 e os uniformes da empresa. Pode-se ter acesso à cabine do avião DC-3 e à cabine de passageiro de avião moderno.
Localização: Rua Augusto Severo, 851, São João - Tel: 3358-7162.
Funcionamento: 3ª a 6ª feira de 9:00h às 11:30h e de 14:00h às 16:30h.

Museu Joaquim José Felizardo / Museu de Porto Alegre:
Instalado no Solar Lopo Gonçalves, construído entre 1845 e 1855, apresenta exposições temporárias, promove cursos, debates, oficinas e outras atividades culturais.
Acervo: 357 peças catalogadas, com 39 coleções, 5 mil fotografias da Cidade, acervo arqueológico com 6 mil evidências, miniaturas de antigas residências açorianas.
Localização: Rua João Alfredo, 582, Cidade Baixa - Tel: 226-7560
Funcionamento: 3ª a 6ª feira de 8:30h às 12:00h e de 13:30h às 17:30h e sábado e domingo de 9:00h às 17:00h.

Museu da Comunicação Social Hipólito José da Costa:
Instalado no antigo prédio do Jornal A Federação, veículo do Partido Republicano Rio-grandense no período de 1922 a 1937, em estilo eclético. O Museu foi criado em 1974.
Acervo: Documentos de todos os setores de comunicação desde a imprensa escrita com jornais e revistas, desde o ano de 1827; publicidade e propaganda; televisão; vídeo; cinema e rádio.
Localização: Rua dos Andradas, 959 - Tel: 224-4252.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 8:30h às 19:00h e sábado de 9:00h às 14:00h.

Museu da Caixa Econômica Federal:
Localização: Rua dos Andradas, 1.000, 12° and. - Tel: 228-9199.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 10:00h às 16:00h.

Museu de Mineralogia e Petrologia Luiz Enghert:
Localização: Av. Osvaldo Aranha, 99, 5° and. - Tel: 228-1633.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 13:30h às 18:00h.
Museu de Geologia:
O Museu de Geologia da CPRM não se limita a exibir belos cristais ou exóticos arranjos de minerais. Ele promove exposições, palestras em escolas, intercâmbio com outros museus e com colecionadores, doações a escolas e a alunos e mantém serviço gratuito de orientação técnica e científica sobre questões relativas aos minerais, rochas e fósseis. Você pode conhecer melhor essas substâncias também lendo os artigos sobre Geologia.

Localização: rua Banco da Província, 105, no bairro Santa Teresa

Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e entre 14h e 17h.

Informações: tel. (51)3233-7311, pelo fax 3233-7772 ou pelo endereço eletrônico museugeo@pa.cprm.gov.br.
Web site

Museu da Cerveja:
Acervo: Exposição de mais de 8 mil latinhas de cervejas de vários Países do Mundo.
Localização: Av. Protásio Alves, 3.649 - Tel: 383-5110.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 10:00h às 19:00h.

Museu da Eletricidade do Rio Grande do Sul:
Acervo: Peças utilizadas pela Cia de Força, livros e documentação.
Localização: Rua dos Andradas, 1.223 - Tel: 224-4099.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 8:00h às 12:00h e de 13:00h às 17:00h.

Museu de Arte Contemporânea:
Localização: Rua dos Andradas, 736, 6°and. - Tel: 221-7147.
Funcionamento: 3ª feira a domingo de 12:00h às 19:00h.

Museu do Trabalho:
Oferece exposição de artes plásticas, e atividades culturais.
Acervo: Equipamentos e materiais que retratam a evolução das atividades produtivas no Rio Grande do Sul e sua dimensão sociológica.
Localização: Rua dos Andradas, 230 - Tel: 227-1450.
Funcionamento: 3ª feira a domingo de 13:30h às 18:00h.

Museu do Vinho e Enoteca:
Localização: Av. Presidente João Goulart, 551 - Tel: 227-1738.
Funcionamento: 3ª feira a domingo de 9:00h às 20:00h.

Museu Vicente Rao:
Conta a história do primeiro Rei Momo oficial de Porto Alegre, relembrando seus 22 anos de reinado (1950-1972).
Acervo: Fantasias e adereços do Momo e cerca de 1.800 fotos e correspondências, entre outros objetos do arquivo pessoal.
Localização: Av. Padre Cacique, 891, Praia de Belas - Tel: 229-4411.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 8:00h às 12:00h e de 14:00 às 17:30h.

Museu Engenheiro Ruy Tedesco:
Acervo: Taças, troféus e demais objetos que contam a história do Sport Clube Internacional.
Localização: Av. Padre Cacique, 891, Praia de Belas, no Estágio Gigante da Beira Rio - Tel: 229-4411.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 8:00h às 12:00h e de 14:00h às 17:30h.

Museu de Ciências Naturais:
Acervo: Exposição permanente de fauna e flora nativa do Estado, além de fósseis.
Localização: Rua Salvador França, 1.427, Jardim Botânico - Tel: 336-1479.
Funcionamento: 2ª feira a domingo de 9:00h às 12:00h e de 13:30h às 17:00h.

Museu do Grêmio Futebol Porto Alegrense:
Acervo: Painéis contando a evolução histórica do time, modelos de uniformes do clube, bolas e objetos pessoais de jogadores e de torcedores fanáticos, troféus de todas as modalidades esportivas praticadas pelo clube.
Localização: Largo dos Campeões, 1, Estádio Olímpico Monumental, Azenha - Tel: 223-9188.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 9:00h às 12:00h e de 13:30h às 18:00h.

Museu da Brigada Militar:
Acervo: Revistas e livros retratando a história da Brigada Militar, objetos, mobiliários, peças de fardamento, medalhas e armas.
Localização: Av. Aparício Borges, 2.001, Partenon - Tel: 353-3506.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 9:00h às 11:30h e de 13:30h às 17:30h.

Museu de Arte do Rio Grande do Sul - MARGS:
Instalado em um edifício centenário, sede da antiga Delegacia Fiscal do Tesouro Nacional, foi inaugurado em 1974. O prédio foi tombado pelo Patrimônio Estadual em 1983.
Acervo: 2.087 obras, entre pinturas, esculturas, objetos, gravuras e desenhos de artistas gaúchos.
Localização: Praça da Alfândega, 1.010, Centro - Tel: 227-2311.
Funcionamento: 3ª feira a domingo de 10:00h às 17:00h.

Fonte: http://www.nosbairros.com.br/

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Dos Ofícios de Clio II: INSCRIÇÕES ABERTAS

O seminário “Dos Ofícios de Clio II: limites e desafios da multidisciplinaridade”, em sua segunda edição, ocorrerá nos dia 25 e 26 de novembro de 2010, na Sala Leste do Santander Cultural, em Porto Alegre.

A atividade é organizada pelo GT Acervos: história, memória e patrimônio, vinculado a ANPUH/RS e visa reunir investigadores interessados em discutir abordagens e temas diversos que perpassam as fronteiras de trabalho do historiador. Tais temas estão relacionados aos diferentes espaços de atuação, de pesquisa, de acesso e de preservação dos acervos históricos. O evento possibilitará ainda troca de idéias e experiências nessa multiplicidade de espaços e fazeres que envolvem o ofício do historiador na atualidade.

Nesta edição haverá espaço destinado a apresentação de trabalhos e será fornecido certificado aos participantes.

INSTRUÇÕES PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS

Prazo para inscrições: 05 de novembro de 2010
Cada inscrito poderá apresentar apenas 1 (um) trabalho.
O resumo deverá ser enviado para o e-mail gtacervos@gmail.com, obedecendo as seguintes regras:

1 – O título com no máximo 200 caracteres (com espaços), centralizado e em negrito;
2 – Resumo com no máximo 1300 caracteres (com espaços);
3 – Nome do(s) autor(es) alinhado à direita depois de uma linha de espaço do título; Vinculação institucional, logo abaixo do(s) nome(s) do(s) autor(es), também alinhado à direita, endereço eletrônico logo abaixo da vinculação institucional;
4 – Dois ou mais autores devem enviar o mesmo resumo e pagar cada qual sua inscrição;
5 – O trabalho poderá ser apresentado uma vez por ambos os autores ou apenas um deles, conforme opção dos mesmos;
6 – Os arquivos devem ser em formato .doc ou .rtf;
7 – Papel tamanho A4;
8 – Fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento de texto 1,5 e Alinhamento de texto justificado;
9 – Margens: superior e inferior 2,5; esquerda e direita 3,0.

OBS: Envio dos textos completos: 20 de janeiro de 2011 (após o evento, portanto).

VALORES DE INSCRIÇÕES - PARA OUVINTES E INSCRITOS COM TRABALHOS:


Antecipado (até o dia 24/11): R$ 10,00
Formas de pagamento:
1 – Pessoalmente, no Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul (MUHM) – Avenida Independência, 270 Centro Histórico, Porto Alegre;
2 – Via depósito bancário – Associação dos Amigos do MUHM, Banco do Brasil Agência 1249-1 C.C 33061-2 (enviar comprovante identificado com nome para gtacervos@gmail.com)

No primeiro dia do evento: R$ 15,00

Dos Ofícios de Clio II - Programação e Divulgação

sábado, 2 de outubro de 2010

Anita Garibaldi, Tratado de Tordesilhas e Laguna

Por: Noé Gomes


Assinado entre Espanha e Portugal em 1494, o Tratado de Tordesilhas, teve como função dividir as terras "descobertas e por descobrir" por ambas as Coroas no novo continente. O tratado definia como linha de demarcação o meridiano 370 léguas a oeste da ilha de Santo Antão no arquipélago de Cabo Verde. Esta linha estava situada a meio-caminho entre estas ilhas (então portuguesas) e as ilhas das Caraíbas descobertas por Cristovão Colombo em 1492.



As fronteiras do Brasil



Pelo Tratado assinado pelos hispânicos e lusitanos, o Brasil não teria os traços que nós conhecemos, ficaram de fora o atual estado do Acre (que viria ser anexado ao Brasil no início do século XX e que pertencia a Bolívia anteriormente), Rio Grande do Sul entre outros estados. A linha divisória chegava até a cidade de Laguna, onde as terras posteriores
, eram de posse da Coroa Espanhola.

No caso do Rio Grande do Sul, o seu terrítório contou com o famoso episódio dos Sete Povos das Missões, que no final do século XVIII, caíram em decadência devido a brigas pelo território entre as metrópoles ibéricas.


Por este fato na própria historiografia do Rio Grande do Sul, podemos detectar a presença de duas linhas de estudo deste estado: a matriz lusitâna, que defende que o Rio Grande do Sul teve uma formação de cunho português e a platina que aponta que o Rio Grande do Sul vai ter uma formação hispânica, portanto diferente do resto do Brasil. Hoje é muto comum aceitarmos as duas correntes, haja visto que realmente houve a presença destes dois colonizadores.

Anita Garibaldi

A poucos dias, o Rio Grande do Sul, viveu as comemorações da Guerra ou Revolução Farroupilha.


A rebelião dos pecuristas gaúchois ocorrida durante o Período Regencial brasileiro, teve como uma de suas personagens, Ana Maria de Jesus Ribeiro, mais conhecida como Anita Garibaldi, que recebeu o sobrenome Garibaldi, devido o seu casamento com com o italiano Giusepe Garibaldi então um dos lídetes da contenda farroupilha.


Anita faleceu na Itália, ao lado de Garibaldi e seus filhos. Ate hoje há uma disputa entre o Brasil e a Itália sobre os seus restos mortais que permanecem até hoje naquele país.


Considerada uma heroína na Itália, Anita participou da unificação da Península Itálica ocorrida no final do século XIX.


Também no Brasil, Anita Garibaldi é reverenciada, na sua cidade natal é possível ver o reconhecimento pela sua atuação, na República Juliana, proclamada por David Canabarro e Giusepe Garibaldi


Laguna tem uma importância histórica não só para Santa Catarina, mas também para o Rio Grande do Sul, pois um dos seus episódios mais marcantes, contou com a presença de Anita Garibaldi, que percorreu o Rio Grande do Sul e atuou de maneira importante contra o Império Brasileiro.


Estive alguns dias atrás na Praça Anita Garibaldi em Porto Alegre, onde com grande tristeza noitei que o monumento a Anita e Giusepe Garibaldi está completamente pichado por vândalos. É incrível a falta de consciência e respeito. Além da praça.
Também deixo no final deste post, um vídeo sobre o Museu Anita Garibaldi,



Referencias


  1. SANT'ANA, Elma, Garibaldi e as Repúblicas do Sul. Edição Eletrônica (17 Mb). Cadernos de História, Memorial do Rio Grande do Sul.

  2. A República Catarinense e Anita Garibaldi. Governo do Estado de Santa Catarina. Página visitada em 17 de janeiro de 2009.

  3. GUTFREIND, Ieda. Historiografia rio-grandense. Porto Alegre: Editora da Universidade/UFRGS, 1992.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

A Televisão nos seus primeiros tempos

No site Youtube, encontrei este interessante documentário, gostaria de compartilhar com os amigos visitantes deste humilde blog, intítulado "Pioneiros da Televisão". Muito interessante os depoimentos, vale a pena conferir.