quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Futuro secretário da Educação defende reforma curricular e protagonismo do professor

O governador eleito Tarso Genro anunciou 13 nomes para compor seu secretariado, entre eles o de José Clóvis de Azevedo que assume a pasta da Educação. Segundo o professor, o desafio que terá pela frente é gigantesco, já que se trata de uma área com tempos e ritmos diferenciados. Como medidas primordiais, ele destaca a recuperação da rede estadual, laboratórios, bibliotecas e a informatização, insumos físicos que demandam necessidades urgentes, além de uma política permanente de formação de professores e serviço. Em relação ao Cpers, Azevedo defende a instituição do diálogo, através de uma comissão, com todas as entidades educacionais, tais como o Conselho da Educação, universidades públicas e privadas, desenvolvendo o papel de protagonismo do professor. Para isso, ele propõe uma reforma curricular, com formação permanente dos profissionais da educação, aperfeiçoamento do modelo utilizado em exames, adequando-os a um sistema centralizado nas escolas, e a atualização dos critérios para aplicação da meritocracia. "Nosso ensino ainda funciona com padrões do século passado", conclui
Confira a entrevista concedida pelo futuro Secretário de Educação conceida ao programa Gaúcha Atualidade, na Rádio Gaúcha, clique aqui

Texto: Rádio Gaúcha
Imagem extraída de: http://mylamultimidia.files.wordpress.com/2010/10/educacao.jpg

0 comentários:

Postar um comentário