terça-feira, 12 de julho de 2011

MEC suspende entrada de alunos em cursos à distância da ULBRA

Página de cursos à distância da Ulbra
(Foto: Reprodução/TV Globo)

O Ministério da Educação suspendeu nesta terça-feira (12) o ingresso de novos alunos em cursos à distância da Universidade Luterana do Brasil (ULBRA), que tem sede em Canoas, no Rio Grande do Sul. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União. O despacho determina ainda a abertura de procedimento de supervisão para o descredenciamento de 193 polos de apoio presencial da universidade.
saiba mais

Segundo o MEC, a universidade ofereceu aulas em locais irregulares, firmou parceria irregular e não pediu recredenciamento. O ministério supervisiona a ULBRA desde 2009. A universidade tem cerca de 90 mil matriculados em cursos à distância e outros 40 mil alunos em cursos presenciais.

Reportagem da RBS TV mostrou denúncia de suspeita de fraude na aprovação de alunos dos cursos à distância. Eles seriam aprovados sem a correção de provas. A Ulbra afirmou que abriu processo administrativo para investigar o caso e que “irá colaborar com todos os meios necessários para esclarecer os fatos junto ao inquérito na Polícia Federal”. A Polícia Federal não confirmou a existência de investigação.

Sobre a suspensão de ingresso de alunos nos cursos à distância, a universidade afirmou que irá acatar a decisão do MEC e que já havia fechado polos de apoio presencial.

O ex-reitor da Ulbra, o pastor Ruben Becker, foi indiciado pela Polícia Federal pelo desvio de recursos da universidade. O inquérito apura os crimes de estelionato, fraude, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, além de falsificação de documento. A verba desviada da universidade passaria de R$ 63 milhões.

Fonte: Portal G1 Disponível em: http://g1.globo.com/vestibular-e-educacao/noticia/2011/07/mec-suspende-entrada-de-alunos-em-cursos-distancia-da-ulbra.html

0 comentários:

Postar um comentário