segunda-feira, 24 de outubro de 2011

24 de outubro de 1945: É fundada a Organização das Nações Unidas


"A paz não depende somente de documentos, mas do desejo dos povos em mantê-la".
James Byrnes




A Organização das Nações Unidas, ONU, começou a existir oficialmente após o Secretário de Estado norte-americano, James Byrnes, protocolar o depósito das ratificações de 51 países, entre eles o Brasil, à Carta das Nações Unidas, redigida quatro meses antes, durante a Conferência das Nações Unidas para uma Organização Internacional, em São Francisco, na Califórnia.


Com propósito de fomentar a paz entre as nações, defender os direitos humanos, respeitar a autodeterminação de cada país e promover a solidariedade entre eles, o documento foi uma promessa de melhores perspectivas para o mundo pós-guerra, temeroso pela emergente e desconhecida era atômica. A Carta prescreveu que as controvérsias internacionais deveriam ser resolvidas por meios pacíficos, evitando a ameaça ou o uso da força.

Refugiados ruandenses na Estrada de Goma.
 Reprodução CPDOC Jornal do Brasil
A ONU nascia, então, não com uma missão, mas com um desafio: consolidar a cooperação internacional em questões de exclusão - miséria, discriminação, analfabetismo, opressão política, criminalidade, entre outros problemas de ordem socioeconômica - pela manutenção da paz.


Assumia, assim, um papel delicado. Preconizar a cultura do convívio fundamentada em princípios de liberdade, justiça e democracia, num mundo onde o homem é o lobo do próprio homem.

A ONU hoje conta com mais de 180 países membros. Ao longo de sua história vem atuando em inúmeras causas para combater a fome, o armamento bélico, a degradação ambiental, a exploração de mão-de-obra infantil, as epidemias, a perseguição racial e religiosa.

Mas as disputas territoriais e militares mantém-se como o seu maior desafio.


Fonte: Blog Hoje na História  CPDOC Jornal do Brasil. Disponível em: http://jblog.com.br/hojenahistoria.php?itemid=28469 

0 comentários:

Postar um comentário