quarta-feira, 30 de novembro de 2011

GT Acervos - história, memória e patrimônio entrou no Facebook


Para aproximar ainda mais o GT dos estudantes, profissionais e demais interessados,é que o GT Acervos criou uma página no Facebook.

Quem acessa o site de relacionamento pode acompanhar suas  atividades também por lá!

Para "curtir" e passar a receber as atualizações, basta acessar o link abaixo ou procurar diretamente no Facebook. No blog do GT Acervos  também há um link para a página.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

11º Fórum de Educação ULBRA

Imagem: Divulgação ULBRA

Os cursos de Pedagogia e Educação nas Organizações da ULBRA realizarão, na próxima segunda-feira (28/11) a partir das 19h30, o 11º Fórum da Educação. O encontro, que será realizado no prédio 16 (antigo Museu da Tecnologia) no campus Canoas, discutirá a temática Preparando e orientando jovens para o mercado de trabalho.

Promovido pela disciplina de Planejamento e Organização de Eventos, o 11º Fórum trará quatro pontos relevantes:

1 – O jovem, suas características, interesses e aptidões.

2 – O processo de escolha e os desafios da carreira.

3 – O mundo profissional e as influências econômica, social e cultural.

4 – Como está a qualidade de ensino que prepara para o mercado

Fonte: Acessoaria de Comunicação da ULBRA. Disponível em: http://www.ulbra.br/imprensa/noticia/acontece/2417/11-forum-da-educacao-sera-realizado-na-ulbra/

28 de novembro de 1985: Morre Fernand Braudel, o homem que incorporou à História o recurso de outras ciências

Imagem: Blog Hoje na História CPDOC/Jornal do Brasil

Fernand Braudel, 83 anos, morreu em Paris. E a Academia Francesa por pouco não teve tempo de redimir-se: somente um ano antes de sua morte, lhe concedera a honra de pertencer ao seus quadros. Ele foi simplesmente o maior historiador francês do século 20. Muito mais do que isso, o criador de uma nova visão da História, reconhecida a partir da publicação, em 1949, de sua obra monumental O Mediterrâneo e o Mundo Mediterrâneo na Época de Felipe II.

Era a primeira vez que um historiador praticamente ignorava a tradição da ordem cronológica. A História imóvel era abandonada. Surgia uma história que se movimenta em planos superpostos, em contínua comunicação, incorporando a seus estudos os recursos das outras ciências sociais e buscando, no movimento da vida, o que se ltera com rapidez e o que muda com lentidão. O livro foi saudado imediatamente como uma obra-prima de produção historiográfica por historiadores renomados como John Elliot, Arnol Toynbee e Lucien Febvre.

Fernand esteve duas vezes no Brasil. Em 1935, integrou, juntamente com Claude Lévy-Strauss, a missão francesa importada pela Universidade de São Paulo. Ensinou aqui, durante dois anos, História da Civilização. Generosamente, chegou a dizer que "foi no Brasil que me converti na pessoa que sou hoje". Na verdade, o que fez aqui - além de ministrar suas aulas e escrever um livro sobre História do Brasil que não quis publicar - foi concluir sua obra sobre o Mediterrâneo: "Os estudantes trabalhavam pouco e os professores também. Havia tantas festas. Um dia era a descoberta da América, outro era dia de soltar balão. E aí a universidade fechava. Não tinha aula e eu aproveitava para escrever a tese".

Voltou em 1949, para mais um ano de permanência. Mas não quis, no ano anterior à sua morte, voltar para as comemorações do cinquentenário da Universidade de São Paulo: "Tenho de ir, tomar muito uisque, ir dormir às duas da manhã. Não quero cair na tentação".

Fernand Paul Braudel nasceu no dia 24 de agosto de 1902 em Luméville, na França. E não queria ser historiador. Queria ser médico.

Confira outras efemérides de 28 de novembro

Fonte: Blog Hoje na História CPDOC/Jornal do Brasil. Disponível em:  http://jblog.com.br/hojenahistoria.php?itemid=28754

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Informe ANPHU Nacional

EDITORIAL


Aconteceu nos dias 24 e 25 de outubro nas dependências do Conselho Nacional de Educação - CNE o Seminário Internacional sobre Avaliação na Educação Básica. Estavam presentes representantes do Canadá, Chile, Portugal, Argentina e Equador para debaterem as experiências internacionais de avaliação do programa PISA – Programme for Internacional Student Assessment. Foi um evento para nos fazer refletir sobre o processo de avaliação da educação básica, no qual estão envolvidos 65 países. Mais do que um processo avaliativo, o PISA é um indicador desenvolvido e coordenado pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

O PISA constitui-se em um programa internacional que avalia o desempenho de estudantes na faixa-etária dos 15 anos, idade média do término da escolaridade básica obrigatória na maioria das nações. O indicador é resultante das provas adotadas a partir de um eixo temático de três áreas distintas que as compõem: Leitura, Matemática e Ciência. Em sentido estrito, trata-se de um teste padronizado para aferir e avaliar a qualidade dos sistemas educacionais nestes países, incluindo o Brasil.

Para quase todos especialistas que estiveram presentes ao seminário a aplicação destes testes é apresentada como uma solução simples para o que, na realidade, é uma questão muito mais complexa. Ou seja, o PISA, assim como qualquer outro instrumento de avaliação de desempenho, apresenta, no melhor dos casos, uma fotografia de uma parte que os alunos podem realizar, todavia, estes mesmos testes não nos dizem tudo o que podem fazer nem porque podem ou não fazer.

Nesse sentido, o PISA tem levado muitos governos, incluindo o nosso, a orientarem suas formulações no campo da educação pelos resultados do referido programa. Destaque-se também o papel da mídia, que dá publicidade, a partir de manchetes sensacionalistas, sobre o desempenho dos países em função da pontuação recebida. É singular o modo como o governo se posicionou sobre os resultados do PISA: "O Pisa produz indicadores que contribuem, dentro e fora dos países participantes, para discutir a qualidade da educação básica e subsidiar políticas nacionais de melhoria da educação. O Ministério da Educação usará seus resultados para orientar os investimentos e ajudas técnicas com mais efetividade. É a primeira vez que os dados são divulgados por estado, diz o ministro Fernando Haddad".

Para além destes aspectos, vale destacar que estas avaliações padronizadas e seus usos estão marcadas cada vez mais pela inserção dos países participantes no mercado global, em que a educação está sendo submetida. 

Não podemos considerar uma avaliação que testa apenas um grupo de três áreas do conhecimento (matemática, ciências e leitura) possa determinar a qualidade do sistema educacional. É importante questionar porque outras disciplinas como as das áreas das Ciências Humanas, desprivilegiadas e não avaliadas? Portanto, esse programa não pode ser visto ou analisado como um instrumento que ofereça um julgamento definitivo da qualidade do sistema educacional de um país.

No último resultado da avaliação, o Brasil ocupou a 53ª colocação, entre os 65. O país ficou um ponto à frente da Colômbia, mas um ponto atrás da Jordânia. Estas diferenças de um ponto para cima ou para baixo nos fizeram melhor ou pior que estes países? A nossa educação, a partir deste resultado, melhorou? Estas tabelas criam de fato uma expectativa positiva ou negativa na mídia, que de posse destes dados, tão limitados e simplistas, estimulam padrões de avaliação desenvolvendo o "ranqueamento" das escolas criando a falsa impressão de que estas estatísticas são de alguma forma, um ranking das melhores e piores escolas do Brasil, criando-se a panacéia da comparação.

O convite formulado a Anpuh pela Câmara de Educação Básica nos colocou diante dos reais problemas advindos do programa PISA e que parecem orientar o MEC e sua enxurrada de avaliações, tais como a Provinha Brasil, Saeb, Prova Brasil, Encceja e Enem. Portanto, termos participado deste seminário, foi fundamental para entendermos que os processos de avaliação a que estamos submetidos, notadamente na educação básica, são frutos dos acordos bilaterais e da imposição de organismos como a OCDE.
Por tudo isso, não podemos deixar de estar presentes nestes fóruns, nem delegar a outros o papel de também discutir os modelos de avaliação que serão implementados no futuro documento das Diretrizes Conceituais e Operacionais para a Avaliação na Educação Básica.

Carlos Augusto Lima Ferreira

Departamento de Educação e Mestrado em História da UEFS
2º Secretário da Anpuh Nacional


NOTÍCIAS DA GESTÃO


1- Mudança Estatutária e Regimento Interno.
Estamos, em função de uma série de exigências burocráticas, na etapa final do registro desses documentos e da Ata da última Assembléia Geral em cartório de SP.

2- Comissão da Verdade.
A Diretoria considerou que a ANPUH deveria ter uma participação ativa na Comissão da Verdade já que ela diz respeito, com suas possibilidades e limites, ao conhecimento da história recente de nosso país e, por isso, deve incluir historiadores em sua composição, já que, por formação, são esses os profissionais mais habilitados a investigarem o passado. Para isso, procurou a Secretaria de Direitos Humanos a fim de recomendar nomes de historiadores associados à entidade, com reconhecimento na área e sólida trajetória intelectual. A assessoria da Secretária Maria do Rosário mostrou-se simpática ao pleito e, no momento, estamos em negociação para que nossa demanda seja atendida e também quanto ao perfil dos indicados.

3- Memórias Reveladas.
Atendendo à solicitação do Projeto Memórias Reveladas, coordenado pelo Arquivo Nacional, que visa à manutenção de uma rede de acervos referentes ao período da ditadura civil-militar no Brasil (1964-1985), a ANPUH indicou os nomes dos colegas Antonio Celso Ferreira (UNESP) e Carla Simone Rodeghero (UFRGS), respectivamente, titular e suplente, para integrar o seu Conselho Consultivo.

4- Campanha de Filiação.
Será iniciada, no próximo ano, uma campanha de filiação de professores da rede escolar à ANPUH com o objetivo de ampliar e fortalecer ainda mais nossa entidade, incorporando as demandas desse segmento tão importante para a produção e a divulgação do conhecimento histórico. O lema será: "Lugar de professor de História é na ANPUH".

5- Documentos Judiciais.
A ANPUH, em conjunto com a ANPUH-RS, tem se envolvido ativamente nas negociações com o Tribunal de Justiça do RS para evitar o descarte de milhares de processos judiciais que se constituem em fontes fundamentais para o conhecimento histórico. A nacional e a regional, em conjunto com representantes de cursos de História do estado, enviaram ao presidente do Tribunal um documento expondo o ponto de vista dos historiadores.
Para ler a íntegra do documento clique aqui.
Ainda no que tange à documentação judicial, a ANPUH tem se empenhado, junto ao Conselho Nacional de Arquivos (CONARQ), através de sua representante, colega Tânia Bessone (UERJ), para evitar a destruição desses acervos, possibilidade aberta pela Recomendação 37 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Sugerimos a todas as regionais e associados que fiquem atentos aos encaminhamentos dessa Recomendação nos tribunais de seus estados para que, juntos, possamos evitar os seus efeitos deletérios ao conhecimento histórico.

6- Regulamentação da Profissão.
Na Câmara Federal, o projeto de regulamentação deu mais um passo ao ser aprovado na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público.
Ver notícia aqui.
Em relação ao Senado, o presidente da ANPUH tem procurado informar-se da tramitação junto ao gabinete do Senador Cristovam Buarque, que atualmente está com a relatoria do projeto na Comissão de Assuntos Sociais.

6- ANPUH e Fórum dos Coordenadores dos Programas de Pós-Graduação em História.
A diretoria da ANPUH em ação conjunta com a coordenação do Fórum de PPGH enviou neste mês uma carta manifestando sua opinião às diretorias da Capes e CNPq sobre o novo programa federal intitulado Ciência sem Fronteiras. Confiram o documento nosso site.
A mesma ação conjunta foi realizada enviando uma carta à Capes em prol de um novo edital Pró-Livros.

7- Chamada de artigos - Revista Brasileira de História
RBH 63 (junho/2012) – Igreja e Estado
Prazo para envio de colaborações: 31 de março de 2012
RBH 64 (dezembro/2012) – Trabalho e Trabalhadores
Prazo para envio de colaborações: 31 de agosto de 2012
Informamos também que a edição 61 já teve mais de oito mil acessos no Scielo. Essa marca supera a de qualquer outro lançamento da RBH, mesmo tendo ido ao ar no Scielo três semanas após seu lançamento no site da RBH.
A próxima edição da RBH, nº62, dossiê Festas, está sendo finalizada. A previsão de lançamento é para dezembro de 2011, em nosso site e no Scielo. Trata-se de uma continuação da edição anterior em comemoração aos cinquenta anos de ANPUH e trinta de RBH. 2

8- Chamada de Artigos - Revista História Hoje.
A revista História Hoje anuncia abertura de nova série e divulga chamada para submissão de artigos para o biênio 2011/2013 conforme o seguinte calendário
V. 1, n. 1: Dossiê Temático O ensino de História da África e da Cultura Afrobrasileira
Data para submissão de artigos livres : 20 de dezembro de 2011
Lançamento do número: Julho/2012
V 1, n. 2: Dossiê Temático O ensino da História Indígena
Data limite para submissão de artigos livres: 20 de junho de 2012
Lançamento do número: Janeiro/2013
V. 2, . 3: Dossiê Temático: O lugar da formação do professor nos cursos de História
Data limite para submissão de artigos livres: 20 de dezembro de 2012
Lançamento do número: Julho/2013
V. 2, n. 4: Dossiê Temático: O ensino de História e o tempo presente
Data limite para submissão de artigos livres: 20 de junho de 2013
Lançamento do número: Janeiro/2014

NOTÍCIAS DA GESTÃ CONCURSOS, EDITAIS & PROCESSOS SELETIVOS


PROFESSOR TEMPORÁRIO DE PRÉ-HISTÓRIA E HISTÓRIA ANTIGA
Instituição: Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Inscrições: até 27/11/2011
Mais informações
DIVERSAS VAGAS E AREAS PARA PROFESSORES DE HISTÓRIA
Instituição: Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
Inscrições: até 28/11/2012
Mais informações
PROFESSOR ADJUNTO DE HISTÓRIA MODERNA
Instituição: Universidade de Brasília (UNB)
Inscrições: até 30/11/2011
Mais informações
UMA VAGA PARA PROFESSOR DE HISTÓRIA DO BRASIL E HISTÓRIA DO CEARÁ
Instituição: Instituto Superior de Teologia Aplicada (INTA)
Inscrições: até 02/12/2011
Mais informações
DOCENTE EM HISTÓRIA DA AMÉRICA PORTUGUESA
Instituição: Universidade Estadual Paulista (UNESP/Assis)
Inscrições: até 06/12/2011
Mais informações
MESTRADO ACADÊMICO E DOUTORADO
Instituição: Universidade Estadual Paulista (UNESP/Assis)
Inscrições: até 10/12/2011
Mais informações
MESTRADO EM HISTÓRIA
Instituição: Universidade de Passo Fundo (UPF)
Inscrições: até 14/12/2011
Mais informações
BOLSISTAS DE PÓS-DOUTORAMENTO DA FAPESP
Instituição: Centro de Estudos da Metrópole
Inscrições: até 16/12/2011
Mais informações
UMA VAGA PROF ADJUNTO DE PRÁTICA DE ENSINO DE HISTÓRIA
Instituição: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Inscrições: até 05/01/2012
Mais informações
UMA VAGA PROF ADJUNTO DE TEORIA DA HISTÓRIA / HISTORIOGRAFIA
Instituição: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Inscrições: até 05/01/2012
Mais informações
4 VAGAS - PROFESSOR DE HISTÓRIA - NÃO TITULAR
Instituição: Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNIOESTE)
Inscrições: até 20/01/2012
Mais informações
UMA VAGA - PROFESSOR DE ENSINO DE HISTÓRIAEDITAL - NÃO TITULAR
Instituição: Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNIOESTE)
Inscrições: até 20/01/2012
Mais informações
MESTRADO EM HISTÓRIA DO BRASIL
Instituição: Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO)
Inscrições: até 27/01/2012
Mais informações
MESTRADO EM HISTÓRIA SOCIAL
Instituição: Universidade Severino Sombra
Inscrições: até 27/02/2012
Mais informações
PRÊMIO INTERNACIONAL EM HISTÓRIA: IMPÉRIO, TERRA E TERRITÓRIO
Instituição: Várias instituições
Inscrições: até 31/03/2012
Mais informações

LANÇAMENTOS  DE LIVROS

O LIVRO PEDRO E OS LOBOS – OS ANOS DE CHUMBO NA TRAJETÓRIA DE UM GUERRILHEIRO URBANO
Autor: José Roberto Laque
Mais informações















A IMAGINAÇÃO REVOLUCIONÁRIA - POLÍTICA, LITERATURA E CINEMA NO MÉXICO
Autor: Sebastião Guilherme Albano
Editora: Annablume
Mais informações













EXPERIÊNCIAS DA EMANCIPAÇÃO : BIOGRAFIAS, INSTITUIÇÕES E MOVIMENTOS SOCIAIS NO PÓS-ABOLIÇÃO (1890-1980)
Organizadores: Flávio Gomes e Petrônio Domingues
Editora:Grupo editorial Summus
Mais informações













REPRESENTAÇÕES UTÓPICAS NO ENSINO DE HISTÓRIA
Autor: Antonio Simplicio de Almeida Neto
Editora: FAP-UNIFESP
Mais informações

















DO LADO DE CÁ: FRAGMENTOS DE HISTÓRIA DO AMAPÁ
Organizadores: Augusto Oliveira, Alexandre Amaral, Dorival Santos, Paulo Cambraia e Sidney Lobato
Editora: Autêntica
Mais informações













TRABALHO ESCRAVO CONTEMPORÂNEO - UM DEBATE TRANSDISCIPLINAR
Organizadores: Ricardo Rezende Figueira, Adonia Antunes Prado e Horácio Antunes de Sant'Ana Júnior
Editora: Mauad
Mais informações









ENCRUZILHADAS DA LIBERDADE - HISTÓRIAS DE ESCRAVOS E LIBERTOS NA BAHIA (1870-1910)
Autora: Marcus Marciano Gonçalves da Silveira
Editora: Walter Fraga Filho
Mais informações













FRONTEIRAS DE TENSÃO: POLÍTICA E VIOLÊNCIA NAS PERIFERIAS DE SÃO PAULO
Autor: Gabriel Feltran
Editora: Unesp
Mais informações











ENSINO DE HISTÓRIA E CONSCIÊNCIA HISTÓRICA: IMPLICAÇÕES DIDÁTICAS DE UMA DISCUSSÃO CONTEMPORÂNEA
Autor: Luis Fernando Cerri
Editora: FGV
Mais informações











A ÁSIA NO SÉCULO XXI: OLHARES BRASILEIROS
Organizadores: Angelo Segrillo e Charles Pennaforte
Editora: Lea-USP e CENEGRI

Mais informações















CONGRESSOS & EVENTOS 



VIII SEMANA DE HISTÓRIA: NOS ENTREMEIOS DA HISTÓRIA E DA CULTURA (novo)
Data: 28 de novembro a 01 de dezembro de 2011
Local: Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos (FAFIDAM)
Mais informações
II ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISADORES EM HISTÓRIAS DAS CIÊNCIAS - ENAPEHC 2011
Data: 29 de novembro a 02 de dezembro de 2011
Local: Universidade Federal da Bahia (UFBA)
Mais informações
II ENCONTRO DO GRUPO DE ESTUDO E TRABALHO EM HISTÓRIA E LINGUAGEM: LINGUAGEM NO MUNDO, MUNDO NA LINGUAGEM (novo)
Data: 30 de novembro a 01 de dezembro de 2011
Local: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Mais informações
IV ENCONTRO DO LABORATÓRIO DE ESTUDOS SOBRE O IMPÉRIO ROMANO E MEDITERRÂNEO ANTIGO (novo)
Data: 30 de novembro a 02 de dezembro de 2011
Local: Universidade de São Paulo (USP)
Mais informações
I ENCONTRO DE HISTÓRIA ANTIGA E MEDIEVAL DO PARÁ (novo)
Data: 08 a 10 de dezembro de 2011
Local: Universidade Federal do Pará (UFPA)
Mais informações
II COLÓQUIO NACIONAL MICHEL FOUCAULT: O GOVERNO DA INFÂNCIA
Data: 12 a 14 de dezembro de 2011
Local: Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
Mais informações
I CONFERÊNCIA NACIONAL DE ARQUIVOS (novo)
Data: 15 a 17 de dezembro de 2011
Local: Brasilia (acesse o site p/ maiores informações)
Mais informações
VII SEMINÁRIO NACIONAL DO CENTRO DE MEMÓRIA: MEMÓRIA, CIDADE E EDUCAÇÃO DAS SENSIBILIDADES (novo)
Data: 13 a 15 de fevereiro de 2012
Local: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Mais informações
I CONGRESSO PAN-AMAZÔNICO E VII ENCONTRO DA REGIÃO NORTE DE HISTÓRIA ORAL - HISTÓRIA DO TEMPO PRESENTE & ORALIDADES NA AMAZÔNIA (novo)
Data: 27 a 30 de março de 2012
Local: Universidade Federal do Pará (UFPA)
Mais informações
SEMINÁRIO INTERNACIONAL HISTÓRIAS DO PÓS-ABOLIÇÃO NO MUNDO ATLÂNTICO
Data: 14 a 16 maio de 2012
Local: Universidade Federal Fluminense (UFF)
Mais informações
SIMPÓSIO CENTENÁRIO CONTESTADO: 1912 - 2012
Local/Data: Universidade Federal de Santa Catarina (29 de maio a 1° de junho de 2012), na Universidade Federal de Pelotas (29 a 31 de agosto de 2012) e em Chapecó, na Universidade Federal da Fronteira Sul (de 18 a 22 de outubro de 2012)
Mais informações
VI SIMPÓSIO SOLCHA - SOCIEDAD LATINOAMERICANA Y CARIBEÑA DE HISTORIA AMBIENTAL (novo)
Data: 06 a 08 de junho de 2012
Local: Villa de Leyva, Colômbia
Mais informações
VI SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA CULTURAL: ESCRITAS DA HISTÓRIA: VER – SENTIR – NARRAR (novo)
Data: 24 a 28 de junho de 2012
Local: Universidade Federal do Piaui (UFPI)
Mais informações
VIII ENCONTRO NACIONAL PERSPECTIVAS DO ENSINO DE HISTÓRIA e III ENCONTRO IBERO-AMERICANO DE ENSINO DE HISTÓRIA (novo)
Data: 02 a 05 de julho de 2012
Local: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Mais informações
XI ENCONTRO NACIONAL DE HISTÓRIA ORAL: MEMÓRIA, DEMOCRACIA E JUSTIÇA (novo)
Data: 10 a 13 de julho de 2012
Local: Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Mais informações
IX CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO: RITUAIS, ESPAÇOS E PATRIMÔNIOS ESCOLARES (novo)
Data: 12 a 15 de julho de 2012
Local: Universidade de Lisboa (UL)
Mais informações
15ª CONFERENCIA DO INTERNATIONAL PLANNING HISTORY SOCIETY (novo)
Data: 15 a 18 de julho de 2012
Local: Universidade de São Paulo (USP)
Mais informações
54 CONGRESSO INTERNACIONAL DE AMERICANISTAS: CONSTRUINDO DIÁLOGOS NAS AMÉRICAS
Data: 15 a 20 de julho de 2012
Local: Universidade de Viena
Mais informações
CONGRÈS INTERNATIONAL DE RECHERCHE EN SCIENCES HUMAINES ET SOCIALES
Data: 24 a 28 de julho de 2012
Local: Hotel Concorde La Fayette, Paris, França
Mais informações
VI ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA DA ANPUH-BA: POVOS INDÍGENAS, AFRICANIDADES E DIVERSIDADE CULTURAL - PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO E ENSINO (novo)
Data: 13 a 16 de agosto de 2012
Local: Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC/Ilhéus)
Mais informações
XIV ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA DA ANPUH-SC: TEMPO, MEMÓRIAS E EXPECTATIVAS (novo)
Data: 19 a 22 de agosto de 2012
Local: Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
Mais informações
13º SEMINÁRIO NACIONAL DE HISTÓRIA DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA (novo)
Data: 03 e 06 de setembro de 2012
Local: Universidade de São Paulo (USP)
Mais informações
XI ENCONTRO DE HISTÓRIA DA ANPUH-MS: HISTÓRIA E DIVERSIDADE: ENSINO E PESQUISA NAS FRONTEIRAS (novo)
Data: 01 a 05 de outubro de 2012
Local: Universidade Católica Dom Bosco (UCDB)
Mais informações



CHAMADAS DE TEXTOS



REVISTA FATO & VERSÕES (novo)
Tema: Neoliberalismo, Globalização e Lutas Sociais
Prazo: 30/11/2011Site
REVISTA DE HISTÓRIA DA ARTE E ARQUEOLOGIA (novo)
Tema: Acesse o site
Prazo: 02/12/2011Site
REVISTA HISTÓRIA DA HISTORIOGRAFIA (novo)
Tema: História e Biografia: aproximações, desafios e implicações teóricas no campo historiográfico.
Prazo: 15/12/2011
Tema: Diálogos Historiográficos.
Prazo: 15/05/2012Site
REVISTA ESTUDOS HISTÓRICOS
Tema: Anos 1960
Prazo: 31/12/2011
Tema: Países de Língua Portuguesa
Prazo: 30/06/2012
Tema: História e Audiovisual
Prazo: 31/12/2012
Tema: Raça e História
Prazo: 30/06/2013
Site
REVISTA CPC 14 (novo)
Tema: Acesse o site
Prazo: 26/02/2012Site
PATRIMÔNIO E MEMÓRIA (novo)
Tema: Memória da escravidão
Prazo: 28/02/2012
Tema: Folclore Brasileiro e os seu lugares de memória
Prazo: 30/07/2012
Tema: Cultura indígena e identidades
Prazo: 28/02/2013
Tema: Fotografia e seus usos
Prazo: 30/07/2013Site
CONFLUENZE RIVISTA DI STUDI IBEROAMERICANI (novo)
Tema: Travelers and travels: visions and representations
Prazo: 01/03/2012
Tema: Rethinking Authoritarianism
Prazo: 01/09/2012
Site
REVISTA HISTÓRIA: QUESTÕES E DEBATES
Tema: Brasil-Alemanha: entrelaçamentos culturais e intelectuais
Prazo: 03/2012Site
REVISTA CONFLUÊNCIAS CULTURAIS (novo)
Tema: Educação, Patrimônio Cultural e Memória Social
Prazo: 31/03/2012Site
REVISTA MIRABILIA
Tema: Mística e Milenarismo na Idade Médial
Prazo: 01/05/2012Site
REVISTA ANOS 90 (novo)
Tema: Ditaduras de Segurança Nacional no Cone Sul
Prazo: 30/05/2012
Tema: História e Mídia
Prazo: 30/07/2012
Site
REVISTA ESTUDOS AMAZÔNICOS (novo)
Tema: Fluxo Contínuo
Prazo: Acesse o siteSite


Fonte: ANPHU Nacional

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

A presença do negro na televisão brasileira

O programa Ver TV  da TV Brasil/TV Câmara de 23 de novembro, debate a presença do negro na televisão brasileira. O número de negros em papéis de destaque nas telenovelas cresceu um pouco, mas ainda é pequeno se considerarmos a proporção de brancos e negros existente na sociedade brasileira. Em outros setores, como no jornalismo, continua insignificante. O programa discute também o negro na publicidade e nos programas de humor. Participam desta edição Fernando Conceição, professor da faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia e coordenador de grupos de pesquisa sobre o tema; Daniela Silva, integrante da Cojira, Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial; e Big Richard, cientista social e apresentador do programa Paratodos da TV Brasil

Parte 1




Parte 2



Parte 3



terça-feira, 22 de novembro de 2011

Ciclo de Cinema e Pensamento Africano

Irmagem: Divulgação UFRGS

O Departamento de História e o PPG de História do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UFRGS, em parceria com e Desenvolvimento Social (DEDS/PROREXT/UFRGS) e o Instituto Cultural Afro-sul, promovem o CICLO DE CINEMA E PENSAMENTO AFRICANO.
A atividade propõe uma reflexão acerca das criações culturais da África contemporânea, procurando sublinhar a originalidade e vitalidade das formas de expresssão artísticas, filosóficas e científicas próprias daquele continente, praticamente desconhecidas no Brasil. Após a exibição de filmes serão apresentadas livros e idéias de autores nativos do continente africano,
seguido de debate com os participantes do evento.

Fonte: Página do Facebook do Museu da UFRGS. Disponível em: https://www.facebook.com/museu.ufrgs

1ª Circular do XI Encontro Estadual de História da ANPHU-RS

Prezados associados e colegas, bom dia!

É com honra e satisfação que encaminhamos para o seu conhecimento, a primeira circular sobre o nosso próximo Encontro Estadual de História da ANPUH-RS a ser realizado na FURG de Rio Grande-RS, entre os dias 23 e 28 de julho de 2012.

O Encontro Estadual de História é a principal das diversas atividades científicas da ANPUH-RS. É realizado bienalmente, nos anos pares, contando com um tema central escolhido de acordo com a pertinência historiográfica e social. Constitui-se num momento privilegiado de intercâmbio entre a comunidade dos historiadores e de articulação entre os estudos e pesquisas já realizados ou em andamento.

Cronograma:

10 de janeiro (segunda-feira) a 12 de março de 2012 (segunda-feira)
Inscrições, através do envio de e-mail de formulário específico, para proponentes de simpósios temáticos e minicursos (somente para sócios da ANPUH).

21 de março de 2012 (quarta-feira)
Abertura das inscrições, no site do evento, para ouvintes em geral, apresentação de trabalhos nos simpósios temáticos, em minicursos e de pôsteres de iniciação científica.

8 de maio de 2012 (terça-feira)
Encerramento das inscrições de trabalhos nos simpósios temáticos e de pôsteres de iniciação científica. Data limite para pagamento da anuidade 2012 (e 2011, caso esteja em aberto) para inscritos na modalidade de sócios.

30 de maio de 2012 (quarta-feira)
Divulgação da relação dos trabalhos aceitos para apresentação nos simpósios temáticos e na sessão de pôsteres de iniciação científica.
Lembramos que o site do XI Encontro Estadual de História ANPUH-RS, contendo a programação bem como as ferramentas para inscrições, encontra-se em construção. Sendo em breve, disponibilizado a todos.

Atenciosamente,

Comissão Organizadora

Diretoria da ANPUH-RS (Gestão 2010-2012)

Presidente: Zita Rosane Possamai
Vice-Presidente: Charles Monteiro
1.º Secretário: Arilson dos Santos Gomes
2.ª Secretária: Evangelia Aravanis
1.º Tesoureiro: Cláudio de Sá Machado Júnior
2.ª Tesoureira: Rejane Barreto Jardim

Comissão Organizadora Local - FURG
Adriana Kivanski de Senna
Derocina Campos Sosa
Júlia Matos Silveira
Carmem G. Burgert Schiavon
Francisco das Neves Alves

Comissão Organizadora Interinstitucional
Adriana Fraga - UNIPAMPA
Alexandre Macari - UNIFRA
Claudira Cardoso - IPA
Everton Quevedo - MUHM
Mara Cristina Rodrigues  - UFRGS
Isabel Bilhão
Marluza Harres - UNISINOS
Natália Pietra – UCS
Nilton Mullet - UFRGS
Rodrigo Simões – UNILASALLE
Roswithia Weber - FEEVALE
Sandra Careli – FAPA
Alessandra Gasparotto -  UFPEL

Unesco avalia candidaturas para lista de patrimônios imateriais

A Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) iniciou nesta terça-feira as reuniões para a avaliação dos mais de 80 elementos culturais candidatos a Patrimônio Imaterial, como o fado português, o mariachi mexicano, o conhecimento dos xamãs jaguares de Yurupari, na Colômbia, e o festival de jardins de Córdoba, na Espanha.

As análises dos elementos estão ocorrendo na ilha indonésia de Bali e devem terminar no próximo dia 29 de novembro. O comitê de especialistas da Unesco vai examinar 49 propostas de 20 países para acrescentar à Lista Representativa do Patrimônio Imaterial e outras 23 para serem incorporadas à Lista do Patrimônio Cultural Imaterial por precisarem de proteção urgente.
Ensaio de uma ópera de mariachi, estilo de música mexicana candidato
a se tornar patrimônio imaterial da Unesco
Foto: Reprodução Folha Online
A comissão vai considerar 12 propostas de programas que desejam ser incluídos no registro de práticas idôneas de proteção, além de prever a aprovação de ajudas econômicas para esse tipo de atividade.

A diretora-geral da Unesco, Irina Pokova, destacou na abertura do encontro seu caráter universal e que sua missão "é preservar o patrimônio de um mundo cada vez mais global".

"Não queremos ver um mundo de uma só cultura, um mundo de uniformidade; nossa intenção é proteger as identidades", disse Irina.

A Lista de Patrimônio Imaterial inclui práticas e expressões transmitidas de geração para geração como tradições orais, artes cênicas, práticas sociais, rituais e festas.

AVALIAÇÃO

Em entrevista à imprensa, Irina se referiu à recente eleição das novas sete maravilhas naturais do mundo, da organização new7wonders.com, e afirmou que "sem querer menosprezar essa iniciativa privada, as listas da Unesco são uma marca de excelência".

"Nossa seleção passa por sólidos e sérios processos de avaliação, há uma grande diferença entre um projeto privado e o que a Unesco faz", enfatizou Irina.

Até o momento, a Lista de Patrimônio Cultural Imaterial inclui 16 elementos de nove países que precisam de proteção imediata contra o desaparecimento, enquanto a Lista Representativa do Patrimônio Cultural Imaterial contém 213 elementos de 68 países.

A Convenção para a Proteção do Patrimônio Cultural Imaterial foi ratificada por 137 países, requisito indispensável para receber ajuda econômica e assessoria da Unesco.

Reunião aberta "Museus e Africanidades"


Fonte: GT Estudos Étnicos ANPHU-RS

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Governador Tarso Genro Cumpra a Lei!

Caríssimos Amigos!


Preciso de um Cyber ativismo de meus amigos. O Governo Tarso se nega a cumprir a Lei, por isso os trabalhadores em educação (Professores,funcionários de Escola e equipes diretivas) se obrigaram a entrar em greve, mas não se engane, não é mais uma greve por salario, mas sim uma greve por direitos, Tarso não quer cumprir a Lei, lei esta que se dizia, e agora nega, ser o pai, mas é um dos criadores desta lei quando era Ministro da Educação!! Vergonha, agora um ex- Ministro da Justiça não querer cumprir a Lei. Segue abaixo sugestões de textos que podem ser enviados a email's que sugiro abaixo, essa ação nos ajudará nessa luta que não é minha, nem dos professores, mas de toda a sociedade!!!! Divulguem para todos os seus contatos, é uma luta justa, devemos fazer parte dela!!





Caro Governador,




Se identifique, NOME, Se é PAI, se é Mãe, ALUNO, PROFESSOR, ou Simples cidadão preocupado com a Democracia deste País!

Esta Greve não é por salario, é por Garantia de Direitos, mais que uma greve de uma categoria, é uma greve pela democracia e pelo estado democrático. Quando uma instituição se nega a cumprir a lei, o que acontece? A justiça o faz cumprir, só que a justiça não é tão rápida como deveria ser, o que faz com que apelemos para o minimo de decência do Sr. Governador Tarso, de exigir que se cumpra a lei JÁ, que afinal o Sr mesmo criou!!! Por isso nós Pais, Alunos ou Professores, como cidadãos temos o direito de cobrar do teu Governo, que se cumpra a Lei! Se os Alunos ficarem sem férias, se os Alunos perderem o Vestibular, NÃO é culpa dos PROFESSORES, fique claro!!! É culpa sua GOVERNADOR, que NÃO quer cumprir a lei!!

E também estamos cobrando de nossos parlamentares uma posição a favor do cumprimento da Lei JÁ, afinal pra aumentar o próprio salario eles são os primeiros!!!!



Atenciosamente

Seu Nome.



Email's:




Gabinete do Governador: gabinetedigital@gg.rs.gov.br

Secretario de Educação: Jose Clovis de Azevedo Fone Direto: (51)

3288.4996 / 3288.4711 - Fax: (51) 3286.1346
Diretoria-Geral Secretaria da Educação:  Fone: (51) 3288.4758 /
3288.4880 e-mail: gab-dg@seduc.rs.gov.br
Coordenadoria Regional de Educação do Vale do Sinos!!! 02cre@seduc.rs.gov.br
Adão Villaverde PT villaverde@al.rs.gov.br
 Adilson Troca PSDB adilson.troca@al.rs.gov.br
 Adolfo Brito PP ajbrito@al.rs.gov.br
Alceu Barbosa PDT alceu.barbosa@al.rs.gov.br
 Alexandre Lindenmeyer PT alexandre.lindenmeyer@al.rs.gov.br
 Alexandre Postal PMDB alexandre.postal@al.rs.gov.br
 Aloísio Classmann PTB aloisio.classmann@al.rs.gov.br
 Altemir Tortelli PT altemir.tortelli@al.rs.gov.br
 Álvaro Boessio PMDB alvaro.boessio@al.rs.gov.br
 Ana Affonso PT ana.affonso@al.rs.gov.br
 Carlos Gomes PRB carlos.gomes@al.rs.gov.br
 Cassiá Carpes PTB cassia.carpes@al.rs.gov.br
 Catarina Paladini PSB catarina@al.rs.gov.br
 Chicão Gorski PP chicao.gorski@al.rs.gov.br
 Daniel Bordignon PT daniel.bordignon@al.rs.gov.br
 Dr. Basegio PDT dr.basegio@al.rs.gov.br
 Edegar Pretto PT edegar.pretto@al.rs.gov.br
 Edson Brum PMDB edson.brum@al.rs.gov.br
 Frederico Antunes PP frederico.antunes@al.rs.gov.br
 Gerson Burmann PDT gerson.burmann@al.rs.gov.br
 Gilberto Capoani PMDB gilberto.capoani@al.rs.gov.br
 Gilmar Sossella PDT  gilmar.sossella@al.rs.gov.br
 Giovani Feltes PMDB giovani.feltes@al.rs.gov.br
 Heitor Schuch PSB heitor.schuch@al.rs.gov.br
 Jeferson Fernandes PT jeferson.fernandes@al.rs.gov.br
 João Fischer PP joao.fischer@al.rs.gov.br
 Jorge Pozzobom PSDB pozzobom@al.rs.gov.br
 José Sperotto PTB jose.sperotto@al.rs.gov.br
 Juliana Brizola PDT juliana.brizola@al.rs.gov.br
 Jurandir Maciel PTB jurandir.maciel@al.rs.gov.br
 Lucas Redecker PSDB lucas.redecker@al.rs.gov.br
 Luciano Azevedo PPS luciano.azevedo@al.rs.gov.br
 Luis Fernando Schmidt PT luis.schmidt@al.rs.gov.br
 Luis Lauermann PT luis.lauermann@al.rs.gov.br
 Mano Changes PP mano.changes@al.rs.gov.br
 Marcelo Moraes PTB marcelo.moraes@al.rs.gov.br
 Márcio Biolchi PMDB marcio.biolchi@al.rs.gov.br
 Marco Alba PMDB marco.alba@al.rs.gov.br
 Maria Helena Sartori PMDB maria.sartori@al.rs.gov.br
 Marisa Formolo PT marisa.formolo@al.rs.gov.br
 Marlon Santos PDT marlon.santos@al.rs.gov.br
 Miki Breier PSB miki.breier@al.rs.gov.br
 Miriam Marroni PT miriam.marroni@al.rs.gov.br
 Nelsinho Metalúrgico PT nelsinho.metalurgico@al.rs.gov.br
 Paulo Azeredo PDT paulo.azeredo@al.rs.gov.br
 Paulo Borges DEM paulo.borges@al.rs.gov.br
 Paulo Odone PPS paulo.odone@al.rs.gov.br
 Pedro Pereira PSDB pedro.pereira@al.rs.gov.br
 Pedro Westphalen PP pedro.westphalen@al.rs.gov.br
 Raul Carrion PC DO B raul.carrion@al.rs.gov.br
 Raul Pont PT raul.pont@al.rs.gov.br
 Ronaldo Santini PTB ronaldo.santini@al.rs.gov.br
 Silvana Covatti PP silvana.covatti@al.rs.gov.br
 Valdeci Oliveira PT valdeci.oliveira@al.rs.gov.br
 Zilá Breitenbach PSDB zila.breitenbach@al.rs.gov.br