quarta-feira, 18 de abril de 2012

Professor, profissão perigo

Reprodução Revista IstoÉ

O Blog História UPF destaca a matéria Professor, profissão perigo publicada na Revista IstoÉ. A reportagem enfatiza o seguinte o aumento os  os casos de agressão física e psicológica a docentes brasileiros nas escolas particulares e nas universidades.

De fato cada vez mais é tensa a relação professor-alunos, isto sem falar do excesso de burocracia no trabalho pedagógico do professor. Enquanto os políticos tratarem a educação como uma área de atuação de política governamental  sem ações de Estado e sim com políticas confusas e que obstaculizam o andamento da educação, esta situação será a plena realidade.

Enquanto os Governos em todas as esferas no "Brasil" ficam  focando na Copa do Mundo e seus elefantes brancos, a educação está a cada dia mais agonizando. É a violencia, a falta de recursos, excessos de reuniões, desmotivação salarial entre outras coisas que  são sintomas de uma área que agoniza dia após dia!

Link relacionado
Professor, profissão perigo - Blog História UPF

0 comentários:

Postar um comentário