quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

O poeta Mário Quintana afirmou que: "O pior analfabeto é aquele que sabe ler, mas não lê”. Pois hoje no programa Polêmica apresentado pelo jornalista Lauro Quadros na Rádio Gaúcha, o tema da leitura foi o palco das discussões, em cima da seguinte pergunta: "O que é pior: Tiririca, que não sabe ler ou quem sabe, mas não lê?" Penso ser o assunto de grande relevância para a sociedade como um todo, em especial para esta geração que vem depois da minha!
Como professor, vejo diariamente que há muitos alunos, que leêm, mas não conseguem compreender o que está escrito. Pedir uma redação, para muitos é uma coisa de outro mundo.
Certa vez, perguntei numa turma de Ensino Médio, quantos liam livros naquela classe, e a resposta foi somente de 2 alunos num universo de 40 discentes.
Esta é uma realidade dura! Cada vez mais os jovens leem menos!
Para nós, docentes de História é fundamental a leitura, pois como entender os processos históricos sem uma leitura prévia?
E quando falo de leitura, não é somente a decodificação de caracteres, mas também a interpretação de imagens, de músicas e de outras formas de comunicação.
No programa há uma enquete respondida por seus ouvintes, ao qual 21% apontaram que o pior é Tiririca, que não sabe ler  e uma esmagadoora maioria apntou que apior situação é de quem sabe, mas não lê - 79%  isso num universo de 124 pessoas.
Vale ao menos refletirmos sobre esta situação, seja professores e inclusive os discentes do Ensino Fundamental e Médio.
Reflitamos!
Mais:
Confira o programa Polêmica do dia 09/02/2011, clique aqui

0 comentários:

Postar um comentário