segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

As polêmicas em relação à existência de Jesus

Por Bárbara Forte
O filósofo Mário Sergio Cortella, mestre e doutor em Educação e professor-titular do Departamento de Teologia e Ciências da Religião da PUC-SP afirmou que não há mais polêmicas sobra a existência de Jesus, mas há, sim, a dificuldade de algumas pessoas entenderem a existência dele não como homem, mas como filho de Deus. O especialista participou de entrevista no programa Canal Livre, que foi ao ar neste domingo, às 23h30, na Band.
Entrevistado pelos jornalistas Fábio Pannunzio, Fernando Mitre, e Antônio Teles, Cortella ainda discutiu a importância da figura de Jesus no Cristianismo e as comprovações de sua existência, pouco conhecida ainda hoje. “Temos os evangelhos canônicos, que são documentos do início do século 19 pouco aceitos como fontes documentais oficiais”.
De acordo com ele, antes dos 30 anos, não há documentos que comprovem a existência e as ações do filho de Deus. “É importante ressaltar, ainda, que esses dados fazem com que haja uma confusão com a figura ‘mítica’ ou ainda ´mística’ de Jesus, como alguns ainda o veem”, afirmou o especialista.

Espírito Santo

Perguntado sobre a expressão da Santíssima Trindade, o filósofo explica sobre a visão de três deuses em um só. “Em João há uma explicação mais teológica sobre o assunto. É onde Cristo fala como si mesmo, fala de Deus como pai e fala sobre o Espírito Santo”, afirmou.
O especialista ainda discute, no último bloco do programa, sobre os evangelhos apócrifos, polêmicos em relação ao que a Igreja Católica defende e sua autenticidade.
Texto extraído de: http://www.band.com.br/jornalismo/brasil/conteudo.asp?ID=405834

Confira a edição de Páscoa  do Canal Livre

Parte 1


Parte 2


Parte 3


Parte 4


Parte 5

0 comentários:

Postar um comentário