domingo, 31 de julho de 2011

31 de julho de 1944 - Saint Exupéry levantou vôo e nunca mais voltou

Por Lucyanne Mano
Imagem: reprodução Blog Hoje na História Jornal do Brasil
"Em tudo na vida a perfeição é finalmente atingida, não quando nada mais existe para acrescentar, mas quando não há mais nada para retirar."
 Exupéry

Antoine de Saint-Exupéry, (1900-1944), escritor e aviador francês e aventureiro. Escreveu O aviador (1926), Correio do sul (1929), Vôo noturno (1931), Terra dos homens (1939), Piloto de guerra (1942) e O pequeno príncipe, escrito em 1943, traduzido em mais de cem línguas, e considerado uma fábula para adultos. Seus romances, diários e ensaios transmitem uma filosofia de vida que pretende melhorar as relações entre as pessoas. 


Atualmente a teoria mais aceita é a de que Saint-Exupery foi abatido por um avião alemão e caiu no Mediterrâneo, depois de se desviar do curso, durante a Segunda Guerra Mundial. Estava em uma missão de reconhecimento na área do Mediterrâneo. 


Misteriosa desaparição que fez de Saint-Exupéry um personagem lendário e transformou sua vida num romance. As aventuras de Exupéry como aviador: loopings, acrobacias e ousadias aéreas culminando em aventuras memoráveis que o levaram de avião de Toulouse a Marrocos, da Europa à América do Sul ou de Nova Iorque à Terra do Fogo. Filho de uma família de aristocratas com linhagem que data do século 13, Saint-Exupéry já freqüentava campos de aviação aos 9 anos. Voou primeira vez provavelmente em 1912.O mundo vai mal. E vou me sentir infeliz e sofrer porque não tenho uma verdade clara para oferecer aos homens”, escreveu Saint-Exupéry pouco tempo antes do vôo do qual nunca mais retornou.

Fonte: Blog Hoje na História - Jornal do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário