terça-feira, 31 de agosto de 2010

União pede venda de hospitais da Ulbra para cobrir dívida de R$ 45 milhões

A União pediu a venda dos hospitais Luterano e Independência da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) e do prédio da Ulbra Saúde em Porto Alegre para cobrir uma dívida de R$ 45 milhões da instituição de ensino. A universidade não teria pago impostos e contribuições sociais.

São réus no processo da Justiça Federal a Celsp, mantenedora da universidade, ex-dirigentes, como o ex-reitor Ruben Becker, e atuais, como o reitor Marcos Zimer. Em outra execução fiscal, a União cobra mais de R$ 2 bilhões pelos mesmos motivos — impostos e contribuições sindicais.

Neste processo, a Ulbra se enquadrou em um programa do governo federal para o parcelamento do débito. Desde então, a instituição não estaria honrando com seus compromissos junto ao Fisco.

As partes terão 30 dias para se manifestar a partir da intimação. Segundo o advogado de Ruben Becker, Geraldo Moreira, esta dívida é de responsabilidade da atual reitoria.

Justiça Federal já havia anunciado que pretendia leiloar hospitais

Na semana passada, o juiz Guilherme Pinho Machado, da Vara Cível da Justiça Federal de Canoas, anunciou que pretendia leiloar dois hospitais pertencentes à Ulbra. Ambos estão fechados desde 14 de abril de 2009.

Por meio do Leilão, o magistrado disse que conseguiria dinheiro para abater parte das dívidas da instituição com o poder público e contribuir para diminuir a carência de vagas hospitalares na Grande Porto Alegre.

O Hospital Independência tem 95 leitos, sendo 57 pelo SUS. O Hospital Luterano tem 130 leitos, praticamente todos no sistema particular ou convênios privados. As duas instituições foram fechados em meio à crise gerada pelo endividamento da Ulbra, em 2009.

A Ulbra possui dois outros hospitais em funcionamento. Um deles é o Universitário, que funciona dentro do campus, em Canoas. É o hospital-escola da Faculdade de Medicina. O outro é o Hospital Ulbra-Tramandaí, que tem se mantido com ajuda da prefeitura daquele município.


Fonte: RÁDIO GAÚCHA
Extraído de: http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1§ion=Geral&newsID=a3025087.xml

0 comentários:

Postar um comentário